Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Fatos e Fotos

Baú de Relíquias - A bola não pára

CTG Sepé Tiarajú - Recuerdos II

A grande visibilidade do SEPÉ TIARAJU deu-se pelo destaque alcançado por sua Invernada Artística. Quando da vinda do CTG Lalau Miranda, de Passo Fundo, para abrilhantar os espetáculos da FESTA NACIONAL DO MILHO, duas apresentações no Cine Odeon, levaram o público ao delírio pelo colorido da vestimenta dos peões e prendas bem como pela leveza e graça das danças gaúchas. Poucos anos depois, chega à cidade para chefiar a Delegacia da Secretaria da Secretaria da Agricultura, acompanhado do filho Oscar e de sua esposa Liesing,o Dr. Walter Warth.

Meteu mãos a obras e levantou o CTG SEPÉ TIARAJU, incrementando o Departamento Artístico, tendo aí o apoio quase unânime da juventude de nossa terra. Com o auxilio dos Manuais do Paixão Cortes e de integrantes do CTG 20 de Setembro de Santo Ângelo. Os ensaios de aprendizagem eram no salão da Sociedade Concórdia e depois no Cultural

De pé: Dr. Walter, Chico Schitler,(...), Wilmar Biermann, Nelson Rebelato, Dino Rauber, Jayme Araujo, Osvaldo(gaiteiro), Jairo Magalhães, Sérgio Valau, Mota, Celso Ritter e Olavo Zenni. Prendas: Liesing, Dercia, ...

A convite do Patrão e para nos dar um galope,recebemos a visita do maior vulto do tradicionalismo, JOÃO CARLOS D`AVILA PAIXÃO CORTES.


Paixão Cortes ao microfone e Dr. Walter de “sentinela”.

Os ensaios foram se sucedendo e começaram a chover convites para apresentações na própria cidade,distritos vizinhos,como Três de Maio, Tuparendi, Horizontina,Cruzeiro e Santo Cristo, onde fiquei devendo e jamais paguei ao WILMAR BADARÓ, a letra do poema BRANCO OU COLORADO, do nosso vate maior na pajada, JAIME CAETANO BAUM. As apresentações faziam parte do aprimoramento das danças e com o objetivo de arranjar fundos a serem carreados para a obra de construção do Galpão. Muito apreciadas e aguardadas as exibições do Coral, sob a regência do Maestro Hugo Dreyer como musicas muito esperadas como NEGRINHO DO PASTOREIO, de Barbosa Lessa

... Negrinho do pastoreio,
Acendo esta vela pra ti
E peço que me devolvas
A querência que perdi.
Negrinho do pastoreio,
Traze a mim o meu rincão.
A velinha está queimando,
E aquecendo a tradição.

(Barbosa Lessa)

Lancou-se mão de rifa de um radio doado pelo Casal Walter e Liesing. O comércio também nos ajudou, com maior ênfase pela Casa Aliança, Ferramis, Casa Lavarda e Vergílio Lunardi. Igualmente a Prefeitura.

À cavalo, Jacques Grizza; em pé Pedro Weber

As danças apresentadas, numa relação não terminativa:
Chimarritas Rancheiras, Xotes, Carreirinha, Pau de Fita, Quadrilha, Pezinho,Meia Caña, Anu, Tatu e Balaio em conjunto.


DANÇA DE RODA: Dolores Boufler, Motta, Liesing Warth, Dr. Walter Warth, Ligia Zenni Jayme Araujo, Sonia Araujo, Jairo Magalhães, (...) Eunce Sandri, Celso Ritter e Virginia Gomes.

SARANDEIO - Franciso Schitler, Mota, Dr. Walter Warth, Jayme Araujo. Em frente – Nice Sandri, Liege Zenni, Sonia Araujo, Ila Andrade, (..) e LigiaZenni. Ao microfone Ivo Stein.

EM FILA – - DANÇA DO PEZINHO - Sonia Araujo-Olavo Zenni, Liege Zenni-SérgioMalmann, Ila Andrade-Nelson Rebelto.(encoberto), Carmen Andrade-Dino Rauber, Ligia Zenni-Jayme Araujo– Virginia Gomes e (Osvaldo Fresch (gaiteiro).

Para exibições em pares – duplas - Nelson Rebelato e Ila Andrade, na TIRANA DO LENÇO.


Este mesmo peão mais Expedito Colpo, Arlindo Sipert, Dino Rauber e Carmelino Rebelato, além de outros, não com o mesmo destaque na dança na CHULA.




Lisien Warth... Ruth Soares, Sueli Acioli, Darcy Fagundes, Ila Andrade, Jairo Magalhães, Ady e Ivo Stein. Na frente: Noly Timm, Walter Warth, Dino Rauber,Sergio Valau, Nelson Rebelato e Maicá.

Apresentação na Igreja Católica na FESTA DO DIVINO ESPIRITO SANTO.

Dançando na FESTA DO DIVINO ESPIRITO SANTO, junto à Igreja Sagrado Coração de Jesus.

E para arremate. Vejam aonde chegou o sucesso que o nosso CTG alcançou. Por ocasião do episodio conhecido como LEGALIDADE, o Governador Leonel de Moura BRIZOLA, sabedor de que em todos os rincões havia CENTROS DE TRADIÇÃO GAUCHA, e antevendo a possibilidade de arregimentar mais “companheiros” para suas hostes, chamou a Palácio o Presidente do Movimento de Tradição e Folclore e charlou: - Te chamei aqui para ver se convocas todos esses gaúchos da cepa, que estão levantando o Estado com seu culto a tradição e os convoque para pelear a nosso lado. O Presidente do MTG, mirou o governador, pensou e lascou: - Governador! O senhor está muito enganado. Esses gaúchos de CTGs não são valentes, não são briguentos, não são de luta. São apenas “dançarinos, bailarinos”! Com esses, prá GUERRA, não podemo contá!, Governador!

Copyright © João Jayme
Site desenvolvido por Mérito Propaganda