Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Fatos e Fotos

Baú de Relíquias - A bola não pára

Fenamilho

Na década de 50, iniciou-se as famosas FEIRAS, a coqueluche dos anos seguintes perdurando até hoje. Aonde se vá encontramos, felizmente, feiras, de todo o tipo e para todos os gostos. Sobre a FENAMILHO há que dizer-se que a primeira foi em Ijui, no ano de 1952. Coube-nos organizá-la no ano de l953.

Não existia local apropriado para tal. Como proceder? Os sonhadores ou realistas, porém, viram um cenário a preceito. A Sociedade Concórdia, ainda em obras e a futura agencia dos Correios e Telégrafos, ao lado, nas mesmas condições. A Comissão formada para as comemorações estava, estava dividida por atribuições. E presidida pelo Prefeito ALFREDO LEANDRO CARSON. Além das dependências da Concórdia, construíram três pavilhões de madeira como os dois abaixo.

Pavilhões do Milho, Agro-industrial e da Pecuária

Pavilhão construído especialmente para exposição

Almoço onde estão à mesa, Leopoldo Prante Sobrinho, Eugenio Piltz e seu sobrinho Walter Piltz.
Ao fundo a equipe da Rádio Sulina, transmitindo do local, com Cícero Cardoso e Jayme Araujo.

Meninas da “alta sociedade” num gesto de desprendimento e colaboração serviram de garçonetes.

(Claci Zenni, Ana Leutschuck, Vânia Wiwnandts e Águeda Araujo)

Mas, como tudo bem feito na vida, virá, certamente, a recompensa. Chegou a vez delas, depois de desempenharem com êxito a missão serem, também, servidas.

Claudete Araujo (de costas), Águeda Araujo, Nair Bozzeto, Estela Cardoso, Gessi Lima e Lourdes Scalco.

Depois de um lauto almoço, revigoradas as forças lá se vão elas divertirem-se na Roda Gigante.

Águeda Araujo e Neiva Hoffmann, Gessi Lima e Claudete Araujo

E no coroamento das festividades o desfile do corso levando consigo como principal destaque a Rainha da Festa.

Copyright © João Jayme
Site desenvolvido por Mérito Propaganda