Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Fatos e Fotos

Baú de Relíquias - A bola não pára

Carreiras

Santa Rosa também teve, como em toda a parte, cavalos de carreira.

Conheci-os, quando estudante do primário, no Colégio Santa Rosa de Lima, onde era a Coletoria Federal, cujo titular e proprietário era o seu Zezé Oliveira, em cocheiras ao fundo da residência, e treinados pelo Nêgo Clotário.

Nas proximidades da PRAÇA ALEMÃ, houve um carreirista, REINOLDO RITTER, cujos puro-sangue estavam aos cuidados do compositor NÊGO ÍDE.

A cancha, se não me falha a memória, era no alto dos campos dos KLEIN em frente a ex-colônia Penal e Agrícola.

Era comum ouvirem-se os gritos de: DOU LUZ E DOBRO, NUNCA PERDI PRA MATUNGO, ÊH, ÊH SE VIERAM, AH, AH, SE AGARRARAM, JÓGO NA QUADRA E MEIA, CHAMEM O DESEMPATADOR, DÔ PESCOÇO SE EMPATAR, SEM RESERVA.

Havia uma égua imbatível na região.

Seu nome CARRETEIRA.

Quando se preparava para mais uma corrida e alcançar outra grande vitória, sentiu-se mal, caiu ali mesmo causando uma enorme surpresa e uma estória difícil de explicar.


João Aguirre Araujo, sendo fotografado junto à sua parelheira ESTRELA

Copyright © João Jayme
Site desenvolvido por Mérito Propaganda