Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Fatos e Fotos

Baú de Relíquias - A bola não pára

TIJUCA ATLÉTICO CLUBE

Com Geová Muller

A fundação do TIJUCA AC deve ter ocorrido em 1970. Além do campeonato municipal, disputou o Estadual. Sua sede social era na Av. Borges de Medeiros, cujo local foi residência do conhecido CAIEIRA a quem a sede foi cedida em troca de ajuda ao time, para que pudesse explorar jogos de carteado.

Surgiu do ideal de alguns atletas, residentes em outros bairros da cidade, de origem mais modesta e de menor influência e que não vislumbravam oportunidade para integrar as demais agremiações.

Teve como seu idealizador, patrocinador e comandante o Alberí Flores, gerente de uma farmácia instalada na esquina da Avenida América com a Rua Buenos Aires.

O uniforme do Tijuca apresentava as cores branco, vermelho e preto, assemelhando-se à que hoje a camiseta do time do São Paulo. Era predominantemente branca, com uma faixa horizontal em vermelho e bordas em preto.

Preto, Luiz Estevão, Vital Parise, Darci Cappellari, Amauri Giovelli, Alberi Flores e Toco Donini.

O elenco era constituído por jogadores que marcaram época no salonismo santarrosense, rivalizando com as outras três grandes equipes da cidade e, não raras vezes, levando a melhor em partidas disputadas com arrojo e técnica, rotineiramente nas noites de sábado, no Ginásio Municipal, que ficava repleto de torcedores e transformava-se em verdadeira e autêntica arena e sede de duelos que apaixonaram uma geração inteira de moços e moças e suas famílias.

Em pé Protásio (Preto), Luiz Estêvão, Chico, Bibi, Geraldo Rosa, Grifu, Alberi Flores e Carlinhos. Agachados: Vital Parise, Talvani, Negão Castilho,Zé Gago e Milton Schwerz..

Dentre os jogadores que se destacaram no Tijuca, vamos encontrar Talvani Abreu, Neri Grifu, Chico Cappellari, Vital Parise, George Vargas (Jóia) e Negão Castilhos.

Disputou ao menos, por uma vez o campeonato estadual. Milton H. Schwerz jogou no Tijuca e destaca:

"Participei de dois campeonatos estadual, no ano 1970. Num amistoso enfrentamos o Internacional de Porto Alegre. Não lembro do escore, mas, levamos uma sonora goleada. Como nosso uniforme era mui semelhante ao do Inter, o que poderia prejudicar o andamento do jogo, o Colégio Dom Bosco emprestou a sua jaqueta.

Os seguintes atletas do Tijuca participaram do jogo: Goleiros: Geraldo e Adãozinho; Zagueiros: Castilhos e Osmar (conhecido por Sopa). Alas pela direita: Chico Cappellari, Argemiro e Vital Parise; Alas éla esquerda: Talvani e MIlton Schwerz; Pivôs: José Adolfo e Milton."

A estréia foi quando da inauguração do Ginasião, contra o América ou Atlântico de Erechim, onde jogava Paulo Sérgio Carpegiani que fora campeão estadual. O escore foi 5 a 5.

Atuaram também contra o Capingui em Passo Fundo e em Santa Rosa, agora já no Colégio da Paz, com vitória dos de casa. O time visitante era campeão estadual e o goleiro chamava-se Pirata.

Copyright © João Jayme
Site desenvolvido por Mérito Propaganda