Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Fatos e Fotos

Baú de Relíquias - A bola não pára

Pescaria no Uruguai

Houve em Santa Rosa, três pessoas que eram amigas a mais não poder, que andavam invariavelmente juntas: SABIÁ, FLAVIO PITAS e PARAGUAIO, que além de gostarem de futebol, de “umas que outras” eram chegados numa pescaria, esporte que era prioridade para elas.

Para certo domingo estava marcado um clássico e lá pela sexta-feira o SABIÁ, goleiro do Aliança desapareceu..

Procura daqui, pergunta dali e já no dia do jogo soube-se que o arqueio estava pescando com esses companheiros no rio Uruguai, lá em Porto Mauá.

Alguém do clube se mandou para buscar o fujão.

Encontraram-no no acampamento, prozeando e sorvendo água que passarinho não bebe.

- Mas SABIÁ andávamos como loucos, à tua procura!.

Sabes que temos um jogo importantíssimo e tu aqui nos deixando na mão!. Vamos embora e rápido.

SABIÁ e FLAVIO PITAS - o Paraguaio dormia na barraca, curando a ressaca – se olharam e um deles disse:

- Aguarda só um pouquinho que nos vamos recorrer e recolher o espinhel, que parece que tem peixe.

Quando foi feita a revisão viu-se que na ponta de cada linha, em vez de anzol, havia uma garrafa de aguardente “gelando”!.


Copyright © João Jayme
Site desenvolvido por Mérito Propaganda