Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Fatos e Fotos

Baú de Relíquias - A bola não pára

Francisco José Berta

Procedente de Cruz Alta, via Tuparendi, chegou a Santa Rosa, na década de 50. Afeiçoado ao futebol, lá pelas tantas, interessou-se pelo Aliança e resolveu fazer dele uma grande equipe. Para alcançar seu desiderato, contratou alguns jogadores da cidade e outros de fora. Do Paladino, Sabiá, Décio e Nique, o trio final como se dizia e, mais tarde Walter Wienands.

Do Juventus, Alceu Malmann, Decinho e Neco. Importou do Internacional de São Borja Tano, Marçal e Toco.

Utilizou, para as contratações, de certa importância mensal que ia para os cofres do clube, via sede social, onde se praticava o jogo carteado. O trabalho frutificou e culminou com o título de campeão gaúcho de futebol, da série amarela, em 1959.

Foi presidente, “dono” e tudo o mais que interessasse à vida do Aliança.

Por isso, por mérito e justiça, foi guindado ao cargo honorifico de Patrono do Clube.


Francisco José Berta

Copyright © João Jayme
Site desenvolvido por Mérito Propaganda